Projeciologia


Projeciologia: Introdução

A Projeciologia, uma especialidade da Conscienciologia, é a ciência que estuda a projeção da consciência para fora do corpo físico (também conhecida como Experiência Fora do Corpo – EFC – ou projeção astral), assim como os fenómenos parapsíquicos e bioenergéticos com ela relacionados.

Baseada em dados projetivos, a projeção da consciência é uma experiência autêntica que se realiza numa dimensão que não é a física. Os projetores conscientes são capazes de, temporariamente, abandonar as restrições do seu corpo físico e aceder a dimensões não físicas, onde descobrem novas facetas sobre a natureza da consciência.
 
O livro de consulta sobre Projeciologia tem por título “Projeciologia: Panorama das Experiências da Consciência Fora do Corpo Humano”, escrito pelo Dr. Waldo Vieira em 1986 (1ª edição). Em Maio de 2002 foi publicada a edição inglesa deste livro.
 
A Experiência Fora do Corpo (EFC), é completamente diferente do sonho (comum ou lúcido) e de outros estados alterados de consciência. Não é nem uma espécie de alucinação, nem uma criação da imaginação, nem um sonho ou devaneio.
 
Geralmente, a Experiência Fora do Corpo é um fenómeno experimentado subjetivamente. Contudo, certas ocorrências – como, por exemplo, a bilocação física – resultam em manifestações objetivas, ostensivas e fisicamente visíveis, que ocorrem com a consciência quando projetada. Assim, mesmo na Projeciologia “subjetiva”, há casos de Experiências Fora do Corpo que permitem aos projetores conscientes ter acesso a informações reais e verificáveis, a que não poderiam ter tido acesso através dos sentidos físicos ordinários.
 
A Projeciologia emprega o rigor da metodologia científica para direcionar as suas pesquisas sobre a experiência fora do corpo, as manifestações de bioenergias e os fenómenos parapsíquicos. Todavia, a Projeciologia não se reduz à Projeciologia experimental, uma vez que requer teorias e métodos que estão adaptados à singularidade dos seus objetivos, isto é, o ser humano considerado duma forma, ampla, integral, multidimensional e multiexistencial.
 
Dá-se grande importância à experiência pessoal como uma ferramenta decisiva que prova o fenómeno da EFC para si próprio. Os indivíduos que já vivenciaram a projeção consciente conhecem a veracidade e a autenticidade das suas vivências, tornando-a académica para provar aos outros que a sua experiência foi real.

Resumo histórico
A Experiência Fora do Corpo é um fenómeno conhecido desde tempos imemoriais. As primeiras referências à EFC encontram-se no Antigo Egito, onde os sacerdotes tinham em conta a existência dum corpo subtil (Kha). Também na Grécia Antiga, Platão faz referência a este corpo nos seus escritos, assim como o historiador Heródoto nos seus estudos.
Durante a Idade Média, como resultado da repressão e do medo imposto pelas ideologias religiosas da época, a Experiência Fora do Corpo era estudada e praticada dentro do círculo das sociedades e escolas secretas. No século XVIII, o cientista sueco Emmanuel Swedenborg, fez as primeiras tentativas de sistematização do estudo da Experiência Fora do Corpo e no séc. XIX, o escritor Francês Honoré de Balzac profetizou a criação de uma nova ciência que estudaria este fenómeno.
 
Nas últimas décadas do séc. XX investigadores como Karlis Osis, Janet Lee Mitchell e Robert Morris, para mencionar apenas alguns, publicaram os resultados das suas investigações científicas sobre experiências parapsíquicas e sobre o fenómeno da Experiência Fora do Corpo. A partir deste período, este fenómeno tornou-se tema de investigação científica mais rigorosa.
 
Antropólogos descobriram recentemente que 95% das culturas em todo o mundo acreditam numa espécie de experiência extracorpórea (Alcock & Otis, 1980). A Experiência Fora do Corpo é, normalmente, considerada um fenómeno universal, presente em todas as civilizações e descrita em muitos textos filosóficos, religiosos e literários, ao longo da história humana.
 
Embora o fenómeno da projeção consciente seja conhecido desde há milénios, a Projeciologia é uma área de estudos relativamente nova, com enfoque na aplicação dos fenómenos interdimensionais. Ela é o lado prático da Conscienciologia.
 
Benefícios
Há muitos benefícios associados à capacidade de, conscientemente, deixar o corpo físico. O primeiro e o principal benefício é a substituição da crença pela experiência direta e pessoal.
 
A pesquisa formal, assim como a autoexperimentação no campo da Experiência Fora do Corpo e fenómenos correlatos, permitem uma compreensão mais vasta da nossa realidade como consciência. Por sermos capazes de deixar o corpo com lucidez, somos também capazes de encontrar respostas às perguntas fundamentais da vida, tais como: “Quem sou eu?”, “O que estou fazendo aqui?”, “Há algo mais na vida do que a nossa experiência física?”, “A morte biológica é o fim da existência?”.
 
Entre os vários benefícios da Experiência Fora do Corpo destacam-se:
  • eliminação do medo da morte
  • aumento das faculdades psíquicas
  • maior compreensão da finalidade da vida
  • capacidade de comunicar com consciências não físicas
  • maior sentido de humanidade e desejo de ajudar os outros
  • maior valorização da vida

Temas da Projeciologia
Os temas da pesquisa da Projeciologia englobam:
  • projeção da consciência e as suas aplicações
  • características dos corpos subtis
  • dimensões não físicas
  • tipos de bioenergias e as suas aplicações
  • fenómenos paranormais
  • estados alterados da consciência
  • interação entre dimensões e consciências físicas e não físicas
  • técnicas para deixar o corpo físico com lucidez e subsequente rememoração
  • mecanismos que facilitam ou inibem a capacidade projetiva
  • fatores que optimizam a preparação das EFCs
  • tipos de Experiências Fora do Corpo
  • níveis de lucidez fora do corpo
  • sensações ligadas ao processo de deixar o corpo físico
  • relações entre a Projeciologia e as ciências convencionais

This post is also available in: Alemão Inglês Espanhol Italiano