Inovação e pionerismo na IAC

A atual equipe da IAC é constituída por pessoas-chave que estão presentes e atuantes desde os primórdios do estabelecimento da Projeciologia e Conscienciologia no Brasil, as quais vêm desempenhando papel fundamental na administração, pesquisa e desenvolvimento pedagógico desta área da ciência. Alguns dos atuais voluntários da IAC iniciaram muitos dos primeiros centros educacionais conscienciológicos brasileiros e, posteriormente, participaram na criação dos primeiros centros conscienciológicos fora do Brasil. Assim, a equipe da IAC vem sendo uma força promovedora da inovação, renovação, e debate científico.

Abaixo estão as linhas de pesquisa e ensino da IAC que foram pioneiras, idealizadas, planejadas e desenvolvidas por pesquisadores que formam sua equipe. Muitas dessas iniciativas inovadoras foram adotadas por outras instituições conscienciológicas e por professores dessas instituições.

A IAC foi a primeira instituição conscienciológica (IC) a realizar as seguintes iniciativas pedagógicas e educacionais:

  • Academy of Spirituality and Paranormal Studies, DeSales University, Pennsylvania, nos EUA (2007);
  • Criação do primeiro curso de campo depois do ECP2;Criação de um curso de campo dedicado à cosmoconsciência e à expansão do mentalsoma;
  • Criação de um curso de campo com atividade voltada a treinar docentes experientes na exteriorização de energias com vistas à formação como epicentro consciencial (epicon);
  • Criação de um curso planejado e oferecido com mais de um epicon;
  • Criação de um curso de campo dedicado à projeção consciente;
  • Criação de um curso de campo dedicado à projeção do mentalsoma;
  • Criação de um curso de campo dedicado à retrocognição;
  • Planejamento e implementação de sessões individuais de avaliação parapsíquica e energética como parte de um curso;
  • Idealização, desenvolvimento e realização de curso individual de imersão em Conscienciologia (VIP Training).
  • Planejamento e implementação de coaching evolutivo individual;
  • Criação de um curso de espectro científico mais amplo, teórico e experimental, com uma série de abordagens considerando aspectos intrafísicos, extrafísicos e conscienciais, para servir de aprofundamento aos moldes de uma “pós-graduação” (Qualificação em Energossomática e Energometria – QEE);
  • Criação de atividades de exploração bioenergética e de pesquisa consciencial retrocognitiva, baseadas na visitação de locais (atividades turísticas) e organização da primeira viagem com imersão retrocognitiva e conscienciológica;
  • Produção de um filme/documentário sobre a Projeciologia e a Conscienciologia;
  • Idealização, planejamento e implementação de sessões individuais de avaliação e treinamento (personal training) energético e parapsíquico;
  • Criação, desenvolvimento e organização dos primeiros cursos dedicados a ensinar teaticamente os seguintes temas:
    • Amparadores extrafísicos
    • Assistencialidade
    • Chacras e energossoma
    • Desperticidade (Despertologia)
    • Consciência no contexto da evolução biológica
    • Consciência no contexto da Física
    • Ectoplasma e ectoplasmia
    • Energometria
    • Exteriorização técnica das energias
    • Intuição
    • Lucidez: lucidez intermissiva X lucidez intrafísica
    • Paraecologia
    • Paratecnologia
    • Parapsiquismo infantil
    • Proéxis e exercícios para a identificação da programação existencial pessoal
    • Psicometria
    • Retrocognição
    • Sinalética parapsíquica
    • Tecnologia bioenergética
    • Universalismo

Programas Internacionais de Intercâmbio e Incentivo Acadêmico

  • Criação de atividades de exploração bioenergética e de pesquisa consciencial retrocognitiva, baseadas na visitação de locais (atividades turísticas) e organização da primeira viagem com imersão retrocognitiva e conscienciológica;
  • Produção de um filme/documentário sobre a Projeciologia e a Conscienciologia;
  • Criação do primeiro prêmio científico na Conscienciologia, com o objetivo de incentivar e distinguir a investigação de qualidade nesta área;
  • Organização, pela primeira vez na história da Conscienciologia, de uma linha de eventos científicos para discutir metodologia e epistemologia conscienciológica (Simpósio Internacional de Pesquisa Conscienciológica, realizado desde 2005);
  • Estabelecimento e implementação de um sistema estruturado de medição imparcial para analisar trabalhos e pesquisas, elaborando variáveis para a avaliação de parâmetros específicos dos ensaios científicos submetidos para congressos;
  • Criação e organização do primeiro evento exclusivo para debate do EV (Simpósio do Estado Vibracional e da Desperticidade).

     

     

    Divulgação acadêmica internacional

    A IAC foi a primeira IC a realizar intercâmbios acadêmicos que resultaram na apresentação, internacionalmente (além do âmbito do Brasil ou de um único país), das pesquisas em Conscienciologia.

    Tais apresentações ocorreram na forma de debates formais com acadêmicos, professores e integrantes de universidades, por meio de projetos envolvendo alunos e acadêmicos em faculdade, ou através de conferências especializadas. Tais iniciativas incluem:

    • Colloquium on Consciousness Studies I & II, University of Florida, nos EUA (2003, 2004);
    • Colloquium on Consciousness Studies III, Unity Week, University of Florida, nos EUA (2004);
    • Florida International University, nos EUA, em 2012 (convidada pelo prof. Katz, que recebeu renomadas autoridades, tal como o Dalai Lama);
    • Pennsylvania State University, UNIVCON 3, em College Station, nos EUA (2004);
    • Psychology Honor Society, Miami-Dade College, College of Psychology and Psi Chi, nos EUA (2010);
    • Stanford University, nos EUA (2013);
    • University of Florida, Center for Spirituality & Health, “Intro to Consciousness Studies” (2003-05);
    • University of Miami, Osher Lifelong Learning Institute (2012).

     

    Educação científica para o público em geral

    A IAC foi a primeira IC a efetivar as seguintes conquistas:

    • Produção de um filme com efeitos especiais para ilustrar as técnicas e os procedimentos bioenergéticos (2000);
    • Publicação de um livro de Conscienciologia por uma grande editora internacional: Llewellyn Publishers (Demystifying the Out-of-body Experience, publicado em 2012, de autoria de Luis Minero);
    • Publicação de um capítulo em uma antologia de pesquisa da consciência de uma instituição de renome: Filters and Reflections: Perspectives on Reality, publicado pelo International Consciousness Research Laboratory (ICRL) em 2009 com apoio do respeitado PEAR Laboratory, em Princeton, nos EUA; dois capítulos incluídos na antologia “Consciousness Beyond the Body” do Melbourne Centre for Exceptional Human Potential (MCEHP) em 2015;
    • Organização de um workshop sobre percepção extrassensorial (PES) combinando o protocolo científico com a didática (Curso de Psicometria).

     

    Educação secundária e universitária

    A IAC foi a primeira IC a:

    • Ter um curso curricular numa universidade sobre o paradigma consciencial, tendo o programa do curso sido desenvolvido em parceria com a IAC (PSY 4930: Introduction to Consciousness Studies, University of Florida, 2003-2006);
    • Ter professores da Conscienciologia (IAC) convidados a ministrar aulas num curso universitário sobre pesquisa da consciência (Univeristy of Florida);
    • Oferecer cursos regulares de Conscienciologia como parte do currículo facultativo da universidade (curso de extensão ministrado no Miami-Dade College, de 1996 a 2002);
    • Patrocinar uma organização estudantil de ensino secundário sobre a Conscienciologia nos EUA (Conscientiology Club, Nova High School, EUA, 1999-2000);
    • Patrocinar uma organização estudantil universitária em Conscienciologia (Science of Self Club, University of Florida, EUA, 2003-2006);
    • Patrocinar um diploma de bacharelato em “estudos da consciência” e apoiar campanha para o primeiro departamento universitário da área de pesquisa da consciência (University of Washington – Bothell);
    • Participar do “Board of Directors” (diretoria) de uma renomada instituição de pesquisa da consciência, como representante internacional dos membros estudantis, facilitando estágios, bolsas de estudo e contato com orientadores de pesquisa (direção do Young Explorers Program da Society for Scientific Exploration (SSE), 2003-2005).

Ao trabalhar na busca de uma ciência não reducionista da consciência e de uma Conscienciologia coerente, a IAC foi pioneira na concretização das atividades citadas abaixo.

Conferências em grandes eventos internacionais

A IAC foi a primeira e única instituição conscienciológica (data ref. abril/2015) a ministrar palestras, cursos e apresentações em eventos científicos prestigiados, organizados por instituições não conscienciológicas, a saber:

  • Academy of Spirituality and Paranormal Studies, DeSales University, Pennsylvania, nos EUA (2007);
  • Foundation for Mind-Body Research (FMBR), California, nos EUA (2012);
  • Institute for the Advancement of Science and Consciousness (IASC), nos EUA (2012);
  • Institute of Noetic Sciences (IONS), na Califórnia, EUA (2013);
  • International Association for Near-Death Studies (IANDS), dos EUA (conferência proferida em Durham, North Carolina, em 2011; em Scottsdale, Arizona, em 2012; em Arlington, Virginia, em 2013; e em Huntington Beach, Califórnia, em 2014);
  • International Consciousness Research Laboratories, Princeton, NJ, nos EUA, organização que continua o trabalho do renomado laboratório PEAR (2014);
  • International Convention of the International Association for Near-Death Studies, realizada nos EUA (2012);
  • International Institute for Integral Human Sciences, 35 conferência, Montreal, no Canadá (2009);
  • Science and Non-Duality (SAND), Califórnia, nos EUA (2012);
  • Association for the Scientific Study of Consciousness, San Diego, Califórnia, USA (2013);
  • Scientific and Medical Network (SMN), no Reino Unido (conferência proferida no Scientific and Spiritual Perspectives on the Subtle Body, em Londres, em 2012; e na Suíça em 2014);
  • Society for Scientific Exploration (SSE), a sociedade acadêmica mais importante do mundo para estudos anômalos (conferências na Flórida em 2005; em Utah em 2006 e na Califórnia em 2014);
  • Toward a Science of Consciousness, em Tucson, Arizona, nos EUA, o maior e mais antigo evento sobre ciência da consciência (conferência proferida em 2004, com presença de Gary Schwartz, Charles Tart e Susan Blackmore);
  • World Institute of Scientific Exploration (WISE), conferência proferida em Viterbo, na Itália (2013).

Pesquisas pioneiras na Perspectiva da Terceira Pessoa

A IAC foi a primeira instituição conscienciológica (IC) a realizar as seguintes ini­ciativas, projetos e pesquisas na perspectiva da terceira pessoa, ou seja, pesquisa objetiva, laboratorial, estatística, tais como os projetos abaixo citados:

  • Pesquisa experimental formal sobre a EFC, com metodologia descrita e auditoria externa (desde 2001);
  • Pesquisa laboratorial e instrumental na detecção e verificação da potência da exteriorização de energia, ou seja, a detecção replicável da bioenergia, através da ressonância magnética funcional (desde 2009);
  • Pesquisa sobre ectoplasmia sob o enfoque conscienciológico, seguindo protocolos científicos de experimentação e coleta de dados (desde 2008, durante o curso de campo Práxis Multidimensional, criado pela IAC);
  • Pesquisas sobre atuação da consciência e energias sobre a matéria, por meio dos geradores de eventos aleatórios (random event generators) desenvolvidos pelo Princeton Engineering Anomalies Research (PEAR) e integração desses experimentos em atividades educacionais (desde 2003);
  • Pesquisas de opinião pública na Conscienciologia, incluindo as primeiras pesquisas de opinião sobre a experiência fora do corpo (OBE Survey) e sobre o estado vibracional (VS Survey).

Pesquisas Pioneiras na Perspectiva da Segunda Pessoa

A IAC foi a primeira IC a realizar as seguintes iniciativas, projetos e pesquisas usando metodologia de pesquisa da segunda pessoa, ou seja, pesquisa intersubjetiva, heteropesquisa:

  • Criação e uso de uma escala energométrica para pesquisa de segunda e primeira pessoa (desde 2002);
  • Idealização e patrocínio da primeira pesquisa de campo sobre o estado vibracional a partir da heteroavaliação energométrica (desde 2003). Posteriormente, tal pesquisa deu lugar à subdisciplina dedicada ao estudo e mensuração do EV, a Vibrostaseometria;
  • Criação e organização de um evento em Despertologia, com mensuração de efeitos bioenergéticos produzidos pelos alunos (Meta: Desperticidade, desde 2002).

Desenvolvimento de Campus de Pesquisa

     Ecologia e Tecnologia de Ponta

A IAC foi a primeira e segue sendo única IC (ref. abril/2015) a investir substancialmente na implementação de medidas ecológicas de peso, visando a reduzir o impacto de carbono, sendo coerente com as necessidades ecológicas planetárias e com os conhecimentos científicos de ponta nessa área. Além dos procedimentos comuns como coleta de material reciclável, compostagem, etc., já promoveu também as seguintes iniciativas:

  • Geração de energia elétrica através de painéis fotovoltaicos (carregados pela luz solar);
  • Construção de obras arquitetônicas com alta eficiência térmica, inclusive isolamento nas paredes, pisos, corte térmico nas portas e janelas e outras tecnologias de ponta. Toda construção realizada no Campus IAC Europa é graduada Nível A+;
  • Aquecimento solar em todas as edificações;
  • Utilização de lâmpadas LED ou de bateria solar em todo o Campus, tanto para iluminação interna como externa (postes);
  • Coleta de água pluvial (mais de 550.000 litros são armazenados e reaproveitados);
  • Levantamento de documentação legal de zoneamento rural de “não caça”, para proibir a caça na área da IAC (uma região onde a caça é aceita);
  • Projeto de reflorestamento e criação de ambiente favorável à fauna local (Projeto Oásis). Entre algumas das medidas do Projeto Oásis da IAC estão:
    • Plantação de mais de 1.500 árvores (data ref. março/2015);
    • Irrigação noturna gota a gota de aproximadamente 1.000 árvores;
    • Abstenção do uso de qualquer tipo de pesticida ou agente químico;
    • Nutrição e tratamento periódico do solo, devido à pobreza do solo típico da região;
    • Tratamento, por engenheiros florestais especializados, da flora nativa visando à sua preservação. As árvores autóctones típicas dessa região são sobreiros (carvalhos de onde se extrai a cortiça) e azinheiras (carvalho da mesma família). Especial cuidado é dado ao copioso sobreiro que abriga o laboratório da fitoenergia e que acolhe os experimentadores do Phytolab com generosidade e abundância de energias terapêuticas.

Laboratórios Conscienciais Inovadores

Em linha com sua característica inovadora, a IAC projetou e construiu laboratórios conscienciais com aspectos originais e inusitados, distinguindo-os do padrão dos laboratórios até então existentes nos campi conscienciológicos. Outros projetos com características inéditas estão em planos de construção, visando a oferecer aos experimentadores oportunidades mais favoráveis para sua autopesquisa e desenvolvimento. Entre as iniciativas da IAC estão:

  • Concepção e construção de laboratório consciencial dedicado exclusivamente à energia imanente (Phytolab ou Fitolab);
  • Concretização do primeiro Projectarium no mundo, com características originais concebidas por pesquisadores da IAC;
  • Utilização de recursos tecnológicos na criação de características ambientais favoráveis à experimentação de fenômenos, proporcionando apoio ao autoexperimentador na obtenção do estado intraconsciencial ideal para seu desencadeamento.

Nas Tecnologias Bioenergéticas e Conscienciais

A IAC foi a primeira IC a dedicar-se à pesquisa da bioenergia e da multidimensionalidade, através de tecnologia bioenergética, tendo promovido as seguintes iniciativas:

  • Idealização e fomento de experiência em treinamento e tecnologia de indução do estado vibracional (Sistema Acústico Vibrostaseogênico);
  • Projeto de pesquisa visando ao exame e descrição dos mecanismos multidimensionais que operam nos laboratórios conscienciais e da sua paratecnologia (desde 2005, apresentado em congresso em 2008);
  • Realização de pesquisa instrumental e laboratorial sobre o estado vibracional (pesquisa do EV através de IRMf/fMRI e EEG);
  • Realização de pesquisa instrumental e laboratorial, em Conscienciologia, para detecção de energia (desde 1990).

 

A IAC foi a primeira IC a promover as seguintes iniciativas e projetos:

  • Adoção de um modelo administrativo baseado em princípios de descentralização condizentes com um sistema mais democrático, tratando com respeito evidente as diferenças individuais, grupais e culturais;
  • Implementação e manutenção de um fórum para decisões e discussões que inclui todo o corpo de voluntários onde cada voto conta igual, conhecido como a AGM (Annual General Meeting), a Reunião Geral Anual da IAC;
  • Implementação de medidas adequadas para focar mais os objetivos específicos (evolução e gestações conscienciais) do que os meios (burocracia e política);
  • Criação do único programa de associados dentro da Conscienciologia, visando a unir indivíduos pelos seus interesses científicos comuns;
  • Criação de uma lista de e-mails abertos a voluntários, de modo a manter transparência, atualizações, troca de e-mails de trabalho, e para a contribuição e participação de todos;
  • Aquisição do primeiro (e, por muito tempo, o único) endereço online (URL) para uma IC, o qual a IAC manteve por cerca de uma década e meia.
  • Planejamento, desenvolvimento e lançamento do primeiro (e, por muito tempo, o único) website institucional para representar uma IC, dando igual exposição a todas as suas unidades, tendo desenvolvido o website em três idiomas para divulgá-la internacionalmente (criado fora do Brasil para a instituição, na época, chamada IIPC);
  • Utilização de expressão ligada ao ensino para referir-se às suas unidades com sedes físicas e docentes permanentes, cunhando a expressão “centro educacional”;
  • Organização de tradução para eventos, com seus próprios tradutores simultâneos profissionais e equipamento profissional, a fim de oferecer, em vários de seus eventos, tradução de/para alemão, espanhol, inglês, italiano e português.

A IAC, como verdadeira instituição internacional, vem mantendo como um dos seus principais objetivos a disponibilização do estudo da realidade multidimensional, através do paradigma consciencial, aos interessados ao redor do mundo. Com esse propósito, a IAC abriu o caminho para a divulgação da Conscienciologia globalmente, tendo sido pioneira em oferecer e estabelecer atividades conscienciológicas nos seguintes países:

  • África: Marrocos
  • América do Norte: Canadá, Estados Unidos da América e México;
  • América do Sul: Colômbia, Equador e Venezuela;
  • Ásia: Índia e Japão;
  • Europa: Alemanha, Áustria, Chipre, Escócia, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Inglaterra, Irlanda, Itália, Portugal, Romênia, Suécia e Suíça;
  • Oceania: Austrália e Nova Zelândia.

Divulgação Científica Internacional

  • Criação do primeiro boletim científico bilíngue de distribuição internacional (Homo projectius, de 1996 a 1998);
  • Criação de uma publicação científica periódica de foro aberto e sem censura de ideias, voltada ao público internacional e à fundamentação científica da Conscienciologia (Journal of Conscientiology, publicado em 3 idiomas, distribuído em 35 países, além da versão eletrônica);
  • A IAC foi a primeira IC a abrir-se a pesquisadores da consciência não ligados à Conscienciologia, de diversas partes do mundo, associados a diferentes instituições (não conscienciológicas), interessados em publicar artigos em seus veículos científicos, os quais espon­taneamente enviaram seus trabalhos para tal publicação.
  • Revisão de pares em sua publicação periódica (peer reviewed journal), tendo, contudo, uma política editorial de não cerceamento a novas ideias e abordagens.